Sindvigilância Piracicaba
Notícias | Sindicato
Sb, 15 de maio de 2021

Correção FGTS: STF adia julgamento que trata da correção do FGTS

Com o adiamento do julgamento da ação que trata da correção do FGTS, a Defensoria Pública da União (DPF) esclarece que interessados no recálculo do FGTS devem esperar decisão do STF.

A entidade disse que, se o julgamento no STF for favorável ao recálculo, será publicado um edital a fim de comunicar aos interessados que proponham ações individuais.

 

A DPU - Defensoria Pública da União esclareceu em nota que não é necessário que pessoas interessadas no recálculo da correção monetária e recomposição do FGTS entrem com ação ou se habilitem no processo movido pelo órgão nesse momento.

A entidade disse que, se o julgamento no STF for favorável ao recálculo, será publicado um edital a fim de comunicar aos interessados que proponham ações individuais.

A DPU disse que tem sido procurada por muitas pessoas solicitando "habilitação" em ação civil pública ou ajuizamento de ação individual para recálculo da correção monetária e recomposição do saldo de FGTS, a partir de janeiro de 1999, por meio de índice que reflita melhor a inflação do que o atualmente utilizado, a TR - Taxa Referencial.

De acordo com a DPU, o interesse no assunto foi reavivado com a proximidade do julgamento STF da ADIn 5.090, marcado para 13 de maio, que pode influenciar o desdobramento de ações individuais e coletivas sobre o tema em todo o país.

O órgão esclareceu que não é necessário entrar com ação neste momento ou solicitar "habilitação" no processo da ação civil pública movida pela entidade, o que não é possível em ação coletiva.

"Assim, não há necessidade de procurar a DPU com esse objetivo agora. É preciso aguardar o fim do julgamento da ADI 5.090 no STF e verificar seu impacto nas demais ações."

A Defensoria esclareceu, ainda, que, se o julgamento no STF for favorável, será publicado um edital a fim de comunicar os interessados para que proponham ações individuais com o objetivo de executar a decisão benéfica.

 

Fonte: Portal Migalhas - https://www.migalhas.com.br/quentes/345150/dpu-interessados-no-recalculo-do-fgts-devem-esperar-decisao-do-stf

Comentários (0)

Para trocar a imagem, clique aqui
Qui, 13 de setembro de 2018

Pesquisa revela crescimento de 53% no número de ataques contra o transporte de valores

Qui, 28 de junho de 2012

Projeto que fixa piso salarial para vigilantes é aprovado na CAE

Informativo

Fev / 2020
edição nº Jan 2020

FORÇA VIGILANTE JAN/FEV 2020

Mailing List

Para receber novidades, cadastre-se aqui:

Parceiros

+ parceiros

Rua Dr. Otávio Teixeira Mendes, nº 1306 - Cidade Alta - Piracicaba - CEP: 13419-220
Fone:(19) 3426-7078 / Fax: 3411-5825